Porto de Ponta Delgada

A ERA-Arqueologia levou a cabo a inventariação do património arqueológico e arquitectónico no âmbito do Estudo de Impacte Ambiental (Estudo Prévio) da área a afectar pelas Obras de Ampliação e Reordenamento do Porto de Ponta Delgada.

Este trabalho teve como objectivos, em primeiro lugar, a realização de um trabalho de identificação geral, localização e inventariação relativa aos elementos de interesse arqueológico, histórico, etnográfico e patrimonial construído conhecidos para a área de estudo. Em segundo lugar, visou-se a elaboração de um parecer técnico em que, face aos resultados obtidos previamente, seriam apontados eventuais impactos e indicadas medidas minimizadoras dos mesmos.

Os trabalhos de levantamento bibliográfico/documental, efectuados de forma exaustiva, permitiram identificar alguns elementos de interesse patrimonial, tais como o Forte de S. Brás, estrutura arquitectónica de alguma dimensão, a Capela de Santa Clara, e estruturas como a Chaminé da fábrica de Fundição, a Torre de Sinais e o Farol do Molhe.

Por fim, considerando a escassez de dados bibliográficos/documentais concernentes ao espaço geográfico objecto do empreendimento de Ampliação e Reordenamento do Porto de Ponta Delgada, considerou-se pertinente a realização de prospecções prévias ao início dos trabalhos, bem como o acompanhamento arqueológico permanente ao longo de todo o troço costeiro aquando da realização desta obra.