Parque de Campismo ZMar, concelho de Odemira

A ERA-Arqueologia realizou trabalhos de prospecção arqueológica e avaliação de impactes no âmbito do Descritor Património do Estudo de Impacte Ambiental para o Parque de Campismo ZMar, concelho de Odemira. Esta intervenção desenvolveu-se em 4 fases: pesquisa prévia, prospecção sistemática, inventário e avaliação patrimonial dos bens identificados, e avaliação de impacte e proposta de medidas de minimização de impacte

Assim, com a prospecção integral e sistemática do terreno procedeu-se à identificação e caracterização dos sítios arqueológicos reconhecidos na propriedade de A-de-Mateus. Durante este trabalho foram identificados 9 sítios arqueológicos, 6 sítios pré-históricos, 3 sítios históricos (medievais, num dos casos com possível ocupação islâmica) e 2 estruturas de valor etnográfico.

Com excepção do sítio de A-de-Mateus 9, devido ao valor patrimonial dos sítios e às características do impacte, sugeriu-se a aplicação do acompanhamento arqueológico como medida de minimização de impacte genérica, com o intuito de avaliar a existência ou não de elementos patrimoniais.

Devido à existência de uma concentração de materiais arqueológicos em A-de-Mateus 9, propôs-se, como medida de minimização de impacte, a realização de sondagens arqueológicas de diagnóstico. Estes trabalhos de diagnóstico poderiam implicar a alteração do projecto ou a realização de escavações arqueológicas em área. Para o edifício em taipa (A-de-Mateus 10) sugeriu-se o registo fotográfico exaustivo prévio às acções de recuperação.