Aproveitamento Hidroagrícola de Alvito-Pisão, sítio da Horta das Canas

A intervenção arqueológica realizada, entre 25 e 31 de Outubro de 2007, no sítio da Horta das Canas, Cuba, numa perspectiva de minimização de impactes sobre o património cultural decorrentes das obras de implementação do Aproveitamento Hidroagrícola de Alvito-Pisão, visou o diagnóstico e avaliação do potencial científico e patrimonial dos contextos arqueológicos presentes naquele espaço.

Realizaram-se 2 sondagens mecânicas de diagnóstico, que totalizaram 20m², não se tendo identificado quaisquer estruturas arqueológicas ou níveis de ocupação humana preservados. Nos depósitos mais superficiais foram exumados alguns fragmentos de cerâmica comum de cronologia moderna/contemporânea.

A dispersão destes materiais, espalhados um pouco por toda a área nas camadas mais superficiais, relaciona-se certamente com os revolvimentos produzidos pelas actividades agrícolas nesta zona. Por outro lado, a sua presença indiciou a existência, em época moderna/contemporânea, de ocupações humanas efectivas nas proximidades.

Dada a ausência de estruturas ou níveis de ocupação preservados, não se propuseram medidas concretas de minimização de impactes. Contudo, tendo em conta a existência de materiais arqueológicos, nomeadamente de cronologia pré-histórica (detectados em prospecção), recomendou-se especial atenção no acompanhamento arqueológico dos trabalhos de obra a desenvolver nesta zona.