Nova ETAR de Vila Nova de Milfontes

Concretizada nos dias 2 e 3 de Agosto de 2011, esta intervenção arqueológica enquadrou-se numa perspectiva de minimização de impactes sobre o património cultural decorrentes da construção de uma nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) em Vila Nova de Milfontes.

Considerando que este local havia sido intervencionado, em 1996, por Carlos Tavares da Silva e Joaquina Soares, a cerca de 25m a Norte da ETAR, tendo-se então identificado níveis arqueológicos datáveis do calcolítico, desta vez as acções de acompanhamento foram condicionadas de modo a realizar uma melhor avaliação do impacte da empreitada.

Durante os labores executados não foi possível obter mais informações relativamente ao sítio da Eira da Pedra. Os trabalhos de construção a decorrerem nas imediações e, também, o transporte eólico não permitiram uma melhor avaliação do potencial arqueológico do terreno.