Requalificação Urbana da Vila de Odemira

No âmbito da empreitada de Requalificação Urbana da Vila de Odemira, foi programada a abertura de um conjunto de sondagens prévias de diagnóstico em locais com potencial arqueológico. Totalizando 20, estas foram realizadas em diferentes locais da vila, nomeadamente, na Praça José Lopes Falcão e na Praça Sousa Prado, junto à Igreja de Santa Maria e à Igreja de Salvador, na Rua António Fortunato Simões dos Santos e na Rua Sarmento Beires.

O intuito geral foi o diagnóstico do potencial arqueológico dos locais referidos de forma a minimizar os impactes patrimoniais das obras em curso. Apenas se verificou a presença de contextos arqueológicos na Praça Sousa Prado (Sondagem 6), onde se identificou uma estrutura em alvenaria de cronologia Moderna/Contemporânea, e junto à Igreja de Santa Maria (Sondagem 7), constatando-se estruturas possivelmente relacionadas com o edifício da igreja e suas diferentes remodelações durante a ocupação Medieval/Moderna da vila de Odemira.

Nas restantes sondagens verificou-se a ausência de contextos arqueológicos preservados, caracterizando-se genericamente a sua estratigrafia pela presença de níveis de aterro ou de infraestruturas contemporâneas, cobrindo níveis estéreis, de formação natural, e o substrato geológico.

Perante a presença dos níveis preservados junto à Igreja de Santa Maria, procedeu-se à escavação integral dos mesmos na área de afectação da obra prevista para o local. Quanto à sondagem realizada na Praça Sousa Prado, não se considerou ser necessário proceder a trabalhos de escavação arqueológica. No entanto, a estrutura referida deveria ser tida em atenção nos futuros trabalhos de acompanhamento arqueológico, durante a abertura de valas pluviais na via de circulação.