Ramal Recarei-Custóias, 220Kv, Siderurgia da Maia

Esta intervenção consistiu no acompanhamento arqueológico da construção do Ramal Recarei-Custóias, a 220Kv, para a Siderurgia da Maia. O acompanhamento da abertura de covas ou caboucos foi realizado no período de 10 de Outubro a 30 de Novembro, contudo, os trabalhos finalizaram a 12 de Dezembro de 2012, com a terraplanagem do apoio P2.

Os trabalhos decorreram no Município da Maia, nas freguesias de Folgosa e São Pedro de Fins, junto à Siderurgia da Maia, tendo início na Subestação da Siderurgia no seguimento da via-férrea sempre em direção a sul.

O acompanhamento arqueológico não revelou quaisquer evidências patrimoniais. Este facto deverá estar relacionado com o uso primordialmente agrícola da área onde decorreu a empreitada. Além disso, previamente foram executados trabalhos de instalação de infraestruturas viárias que condicionaram irremediavelmente a zona intervencionada.