Centro Interpretativo do Mosteiro de Santa Maria da Vitória (Batalha)

Os trabalhos de acompanhamento incidiram portanto na observação e registo no decorrer da abertura da vala para o sistema de AVAC (ar condicionado) no âmbito de trabalhos para a criação do centro interpretativo do Mosteiro de Santa Maria da Vitória. Foram observados e acompanhados presencialmente todas as movimentações de terras e desaterros ali efectuados.

O proponente da obra é o Ministério da Cultura (MC) / Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (IGESPAR), adiante MC/IGESPAR. O executante da empreitada foi adjudicado à empresa Constragaço. O acompanhamento arqueológico foi adjudicado à Era-Arqueologia S.A., pela empresa Constragaço.

Os trabalhos de acompanhamento arqueológico decorreram, na primeira fase, entre 13 e 14 de Outubro de 2010 e, na segunda fase, em Outubro do corrente ano, entre os dias 10 a 20 e dia 31.