Empreitada de proteção e recuperação da Costa Vicentina: Forte de Almádena

Estes labores arqueológicos foram realizados no âmbito do empreendimento Empreitada de protecção e recuperação de sistemas dunares e arribas da Costa Vicentina: Samouqueira, Barradinha, Vale dos Homens, Carriagem, Bordeira, Ponta da Atalaia e Forte da Almádena.

Neste caso, os trabalhos incidiram no Forte de Almádena, consistindo na realização de sondagens prévias, efetuadas entre 21 e 23 de Janeiro de 2015, e acompanhamento arqueológico, que decorreu nos dias 10 a 12 de Março de 2015. Foram também executadas 10 sondagens arqueológicas de diagnóstico, implantadas no caminho de acesso, no exterior e no interior do Forte de Almádena.

O diagnóstico arqueológico efetuado não revelou a existência de níveis arqueológicos preservados (depósitos ou estruturas positivas ou negativas). Perante a informação recolhida, propôs-se a realização de ações de acompanhamento arqueológico durante os trabalhos de escavação da Empreitada.

Deste modo, o acompanhamento arqueológico incidiu sobre as fundações para a colocação de prumos para implantação de vedações em volta do Forte e no seu interior e ao longo do caminho de acesso. A fundações em volta e no interior do forte foram espaçadas entre si cerca de 1,25 m e com profundidade entre 0.50 m e 0.70 m. No caso do caminho de acesso, estas seriam espaçadas entre si cerca de 1 m e com uma profundidade de 0.20 m.

No caso das fundações dos prumos no interior, na zona envolvente ao Forte e nas fundações das placas de identificação de obra (junto ao caminho de acesso ao Forte), durante a sua execução não foram detetados quaisquer vestígios arqueológicos que sofressem afetação no decurso dos trabalhos desta empreitada.

Na área prevista para colocação de prumos ao longo do caminho de acesso ao Forte, optou-se pela realização de sondas, atingindo a cota de afetação (0.20 m) de forma a averiguar a presença ou não de contextos arqueológicos ou patrimoniais. Na laboração destas não foram detetados quaisquer vestígios arqueológicos.