Ruas de Eborim e da República, Évora

Estes trabalhos de acompanhamento arqueológico foram realizados, entre os dias 20 e 24 de Julho de 2015, no âmbito da empreitada de «Colocação de Infraestruturas de eletricidade nas Ruas de Eborim e da República [traseira da Igreja de São Francisco], em Évora».

A empreitada obrigou à abertura de aproximadamente 140 m de vala, com profundidade variável entre os 0.80 m e o 1.20 m e de largura média de 0.70 m. Estes trabalhos realizaram-se somente na Rua do Eborim, entre a entrada para o parque subterrâneo do antigo Centro Comercial Eborim e o portão de acesso ao parque de estacionamento do Tribunal da Relação, em Évora, entre o citado edifício e a via pública.

Não foram detectadas quaisquer estruturas ou contextos arqueológicos, sendo que foram identificadas várias infraestruturas no subsolo intervencionado (telecomunicações, gás, água, coletores de esgoto e electricidade). As medidas de minimização implementadas, dada a total ausência de matéria arqueológico, resumiram-se exclusivamente ao acompanhamento arqueológico.