Urbanização da Barrada, lote 41, Silves

Os trabalhos arqueológicos efectuados no âmbito da construção de uma moradia unifamiliar na Urbanização da Barrada, lote 41, em Silves, decorreram nos dias 27 e 28 de janeiro de 2020. A obra em questão realizava-se numa zona de baixa sensibilidade arqueológica.

As sondagens realizadas foram distribuídas de forma a ser possível obter um diagnóstico da estratigrafia e eventuais pré-existências no terreno. A implantação das sondagens foi decidida, no local, em conjunto com a arqueóloga responsável e os técnicos da Câmara Municipal de Silves.

A intervenção revelou algum material de entulho até ao nível geológico, não existindo quaisquer pré-existências patrimoniais. Desta forma, não se preconizaram quaisquer medidas de minimização de impacte no decorrer da obra de construção civil.