Projeto de Ampliação e Remodelação da Estação de Arroios, Lisboa

Adjudicado à Era-Arqueologia pela OPWAY, o acompanhamento arqueológico levado a cabo no âmbito do Projeto de Ampliação e Remodelação da Estação de Arroios decorreu de forma não contínua entre os dias 6 de novembro de 2017 e 13 de março de 2018.

A empreitada envolvia a afetação de áreas com potencial arqueológico, desenvolvendo-se em Zonas de Intervenção de nível III do PDM (Plano Diretor Municipal da Cidade de Lisboa) e na Zona Especial de Proteção do Convento de Arroios/Convento de Nossa Senhora da Nazaré.

Os trabalhos efetuados consistiram na abertura de sondagens e valas destinadas ao desvio de infraestruturas e geotecnia e na escavação de uma vala destinada a implantação da grelha de ventilação. Foram identificadas diversas realidades estruturadas, de difícil enquadramento cronológico, pertencentes ao edificado anterior da zona da Praça do Chile, as quais já haviam sofrido afetações em período recente.

Em geral, foi possível proceder o curso da empreitada sem requerer qualquer afetação adicional das estruturas. No entanto, no caso dos vestígios atingidos na escavação para a implantação da grelha de ventilação foi necessário proceder ao seu desmonte acompanhado, o qual naturalmente apenas prosseguiu após o seu registo integral e a receção da devida autorização.

Tendo em conta que a requalificação da Estação de Metro de Arroios se encontrava suspensa e não concluída, verificou-se necessário o acompanhamento de quaisquer novas movimentações de terra, esperando-se não só minimizar eventuais impactos sobre o património arqueológico, mas também completar a caracterização dos vestígios identificados.