Prospecções arqueológicas no território Espanhol a afectar pela barragem do Alqueva

Estes trabalhos de prospecção arqueológica foram realizados em território espanhol, na zona afectada pela Barragem do Alqueva, após estudo requerido pela EDIA à ERA-Arqueologia dentro do Plano de Minimização do Impacte Patrimonial para o Regolfo do Alqueva. O território analisado e estudado localiza-se na província de Badajoz, sendo afectados os municípios de Badajoz, Olivença, Alconchel, Cheles e Villanueva del Fresno.

O estudo compreendeu três etapas: recolha sistemática de informação bibliográfica; realização de trabalhos de campo, prospecção e reconhecimento do terreno; elaboração de um Plano de Minimização de Impacte. Os trabalhos visaram identificar, caracterizar e registar os elementos do Património Cultural afectados pelo futuro Regolfo do Alqueva nos territórios mencionados, com vista a avaliar e tomar medidas minimizadoras.

Assim, as prospecções resultaram num corpus de sítios arqueológicos e elementos patrimoniais edificados de interesse muito significativo. A localização e a caracterização cronológica de 147 sítios e a sua avaliação patrimonial foi o resultado imediato. Destacou-se a forte ocupação do território durante todo o Paleolítico, com maior incidência durante o Paleolítico Médio e o Epipaleolítico.

Este estudo representou um importante contributo para a compreensão histórica do povoamento humano nesta região, tendo-se partido de uma débil base informativa resultado de uma ausência de investigação, independentemente dos factores que a motivaram. Por tudo isto, passou a tomar parte de um acervo documental útil para investigadores com interesse especial nesta zona.