IC1 - Costa da Prata - Lanço Angeja/Maceda

Entre 25 de Fevereiro e 18 de Março de 2002, a ERA-Arqueologia realizou prospecções sistemáticas nos sublanços Angeja-Estarreja, Estarreja-Ovar e Ovar-Maceda do lanço Angeja-Maceda da auto-estrada IC1.

Adjudicados pela Agri.Pro, S.A., estes trabalhos desenvolveram-se no âmbito da Avaliação do Estudo de Impacte Ambiental, visando colmatar algumas falhas deste, nomeadamente, no que respeitava à identificação do património arquitectónico. Os objectivos prenderam-se assim com o levantamento exaustivo, no terreno, de todo o tipo de imóveis do património arquitectónico (nomeadamente religioso e rural) e arqueológico, e com propostas de medidas de minimização específicas para os sítios cujo impacte implicaria a sua destruição.

Na área prospectada, face às dificuldades de visualização do terreno pela densa vegetação, só foi possível reconhecer património arquitectónico edificado, para o qual foram propostas medidas de minimização.

Salientou-se então a necessidade de um acompanhamento arqueológico sistemático e contínuo em todas as áreas afectadas pela construção deste sublanço da auto-estrada IC1, como meio de prevenção de eventuais destruições do património arqueológico e arquitectónico e impossível de identificar neste trabalho.