Praça Praia do Bom Sucesso nº 7, 9 e 11

Os trabalhos arqueológicos realizados na Praça Praia do Bom Sucesso nº 7, 9 e 11, na freguesia de Santa Maria de Belém, em Lisboa, foram adjudicados à ERA-Arqueologia pela Incentinveste – Imobiliária e Investimentos, Lda., e realizados entre 17 de Fevereiro e 3 de Março de 2005. A área de afectação deste empreendimento habitacional localiza-se em propriedade anexa ao Convento do Bom Sucesso, fundado na 1ª metade do século XVII.

Desta intervenção constou a realização de 4 sondagens tipo poço. Estas visaram diagnosticar e avaliar o potencial cientifico e patrimonial dos contextos arqueológicos presentes na área de afectação do projecto, para a qual se previa importantes trabalhos de movimentação de terras.

Sondagem tipo poço.

As realidades observadas na maioria dos poços pareceram estar associadas ao período em que funcionou na Praça Praia do Bom Sucesso a fábrica de moagem do Bom Sucesso, que a partir de 1907 foi sendo consecutivamente comprada, acabando por pertencer à Companhia Industrial de Portugal e Colónias, mais tarde denominada A Nacional.

Com base nos vestígios analisados, considerou-se que o acompanhamento arqueológico a realizar aquando das movimentações de terra nesta área seria suficiente para minimizar impactes que a obra viesse a causar nos contextos detectados, não havendo impedimento à realização da empreitada.