Rua Bartolomeu Dias, Belém, Lisboa

No dia 26 de Fevereiro de 2005, a Colt-Telecom procedeu à abertura de uma vala para a implantação de um cabo de fibra óptica e uma caixa de distribuição deste tipo de suporte às telecomunicações. Esta vala foi aberta na faixa de rodagem da Rua Bartolomeu Dias junto ao Centro Cultural de Belém, já que a implantação desta infra-estrutura se destinava a essa instituição.

O desaterro da vala realizou-se junto à esquina que se encontra do lado oposto da esquina do Mosteiro dos Jerónimos. Assim, devido à sua localização, esta obra justificou a presença de um arqueólogo que acompanhasse o decorrer dos trabalhos perante a eventualidade de surgir qualquer realidade arqueológica.

Porém, no decorrer dos trabalhos de abertura desta vala não se detectaram vestígios mais recuados do que a construção de infra-estruturas da última década do século XX, aquando da edificação do Centro Cultural de Belém.