Convento dos Inglesinhos, Lisboa (acompanhamento)

Entre 2 de Fevereiro de 2005 e 7 de Fevereiro de 2007, a ERA-Arqueologia efectuou trabalhos de acompanhamento arqueológico no Convento dos Inglesinhos, localizado na Travessa dos Inglesinhos, n.º 46, freguesia de Santa Catarina, em Lisboa. Estes surgiram na sequência dos resultados observados aquando das escavações arqueológicas aí realizadas em 2003, tendo por desígnio a detecção de novos vestígios arqueológicos e o seu registo.

Deste modo, foram acompanhadas movimentações de terras em 4 zonas distintas da área total a afectar pela empreitada: Edifício B (exterior); Pátio/Jardim (exterior); Zona Técnica (exterior) e o Edifício do Colégio (cozinha, elevadores, corredor e dispensa). Os dados resultantes desta intervenção permitiram identificar distintos momentos construtivos e de organização relacionados com a história do Convento e zona envolvente, desde a sua construção até ao século XX.

Lápide.

Os vestígios identificados no interior do edifício foram cronologicamente enquadráveis no século XVII, a data da sua fundação, nomeadamente na zona dos elevadores e na cozinha. Registaram-se também, vestígios de destruições possivelmente relacionadas com o terramoto de 1755. Para além destes vestígios, constataram-se também reconstruções que teriam sido realizadas num momento após o terramoto, conferindo ao edifício a traça actual, nomeadamente na cozinha e corredor.

Relativamente aos espaços de exterior, os vestígios identificados permitiram estabelecer diversas ocupações da zona envolvente do Convento; a construção do jardim original (século XVIII); estruturas habitacionais e estruturas abobadadas (século XIX); fornos e muros diversos (século XX). Face aos resultados expostos consideraram-se cumpridos os objectivos inicialmente propostos ao Instituto português de Arqueologia.