Rua da Misericórdia, nº 4 a 10, Lisboa

O acompanhamento arqueológico realizado na Rua da Misericórdia, nº 4 a 10, em Lisboa, teve como finalidade a minimização de impactes sobre eventuais vestígios patrimoniais a serem afectados pela (re)construção de um novo edifício nesse espaço. Os trabalhos decorreram entre os dias 11 de Maio e 6 de Junho de 2007.

A localização do imóvel, adjacente ao pano de muralha Fernandina e à Igreja de Nossa Sra do Loreto, coloca-o dentro das respectivas zonas especiais de protecção. Este factor implicou, além do acompanhamento arqueológico, a realização de sondagens de diagnóstico arqueológico, no sentido de salvaguardar o património arqueológico eventualmente existente no local.

A intervenção consistiu no acompanhamento arqueológico da remoção do piso (antes e após a realização de sondagens arqueológicas) e na abertura de 3 sapatas (após a realização das sondagens arqueológicas). Duas das sapatas, por se encontrarem localizadas junto à parede tardoz do edifício, justaposta à muralha fernandina, foram intervencionadas apenas em profundidade, não se afectando o corte das mesmas. Desta forma, a execução das sapatas não implicou intrusões na parede, permanecendo “à face” desta.

Os contextos identificados corresponderam essencialmente a estratos geológicos de sobreposição natural, com a total ausência de elementos antrópicos. Consideraram-se, assim, cumpridos os objectivos de minimização estipulados no Plano de Trabalhos inicial apresentado ao Instituto Português de Arqueologia (actual IGESPAR-IP).