Convento dos Barbadinhos, Lisboa

Os trabalhos de acompanhamento arqueológico efectuados durante a construção e remodelação de áreas para habitação no Convento dos Barbadinhos, junto a Santa Apolónia, na freguesia de Sta. Engrácia, em Lisboa, consistiram na observação de todas as movimentações de terras, mecânicas ou manuais, decorrentes dos trabalhos da empreitada.

A intervenção efectuada no decurso das obras no Convento não revelou quaisquer evidências arqueológico-patrimoniais, o que poderia relacionar-se com a pouca profundidade a que decorreram as escavações e as pequenas áreas abrangidas.

Deste acompanhamento resultou, de igual modo, o registo gráfico e a memória descritiva dos aparelhos construtivos e materiais utilizados na construção do edifício. Constatou-se, desta forma, que a estrutura interna do edifício se pautava por múltiplas alterações à traçada original, sobretudo ao nível de aparelhos funcionais, como portas e janelas, de nichos desactivados e novas aberturas em paredes para se abrirem novas funcionalidades ou se introduzirem novos mecanismos (canalizações, pias, etc.).

A nível estratigráfico foi identificada uma camada com profusa dispersão de fósseis de fauna malacológica, o que pareceu confirmar as informações das fontes bibliográficas que referem a proximidade da praia à localização actual do Convento dos Barbadinhos.