Projecto dos Interceptores do Largo do Chafariz de Dentro – Cais do Sodré

Este plano de intervenção arqueológica surgiu no âmbito da definição de processos de minimização de impacte previsto pela implementação do Projecto dos Interceptores do Largo Chafariz de Dentro – Cais do Sodré sobre o património arquitectónico e arqueológico conhecido para a área de afectação.

Face ao impacte que o projecto teria sobre os elementos de valor patrimonial, e com o objectivo de compatibilizar a concretização da empreitada com a salvaguarda e conhecimento do património aqui existente, foi adjudicado à ERA-Arqueologia um plano de minimização sobre o património a elaborar com base na recolha de informação disponível sobre os vestígios preservados nesta zona da cidade de Lisboa.

A intenção foi dispor de um documento orientador do planeamento do Projecto dos Interceptores do Largo Chafariz de Dentro – Cais do Sodré, na sua articulação com as questões da salvaguarda do património arquitectónico e arqueológico desta área da cidade, e servir de suporte a decisões estratégicas referentes à fase de execução da obra. Neste plano, expôs-se a situação de referência e, com base nesta, foram definidas e cartografadas áreas de sensibilidade patrimonial, assim como propostas as correspondentes medidas de minimização.

Assim, em função das áreas de sensibilidade arqueológica, propôs-se uma estratégia assente em três tipos de medidas: acompanhamento arqueológico das frentes de obra em curso e eventuais escavações necessárias que lhe venham a estar associadas em função da evolução do empreendimento; diagnóstico prévio às obras, a realizar nas zonas de sensibilidade arqueológica de nível 1 e de nível 2; escavações em área programadas na sequência dos trabalhos prévios de diagnóstico.