Ruas Formosa e do Bonjardim, Porto

O trabalho de acompanhamento arqueológico (TAA) da empreitada de "Requalificação das Ruas Formosa (RF) e Bonjardim (RB)", no Porto, decorreu de 1 de Março a 25 de Julho de 2007. A entrada em obra ocorreu cerca de um mês depois desta já estar a decorrer, facto que se deveu à autorização para o TAA apenas ter sido licenciada nessa data.

Foi possível estabelecer o desenho de uma rede de colectores de águas residuais domésticas e pluviais, que corresponderia à obra adjudicada, em 1903, à firma “Hughes and Lancaster” e finalizada no ano de 1907.

Detectaram-se ainda estruturas pertencentes a dois edifícios e a cinco troços de lancil (três na RB, passeio Este, e dois na RF, passeio Sul), correspondendo ao alicerce da fachada de um edíficio outrora existente na esquina Sul da RB com a RF, a uma soleira de um edifício da RB, a que terá sido recuada a fachada, e ao desenho dos antigos passeios daquelas duas artérias da cidade do Porto.

Apesar de o TAA se ter mostrado complexo, implicando interferências pontuais na obra, procurou-se conciliar o interesse arqueológico com o decorrer normal da mesma, evitando causar atrasos pelos necessários trabalhos de registo arqueológico de cada uma das estruturas detectadas.