Largo Professor Abel Salazar, nº 29, Porto

O acompanhamento arqueológico dos trabalhos de reabilitação de um imóvel sito no Largo Professor Abel Salazar, nº 29, freguesia da Vitória, Porto, decorreu entre os dias 18 e 22 de Fevereiro de 2008. O edifício em questão situa-se numa zona condicionada do ponto de vista arqueológico e patrimonial (ZAP 01 – Conjunto classificado da Zona Histórica do Porto).

Durante o processo de acompanhamento não foi observável qualquer evidência arqueológica de valor científico ou patrimonial, ou ainda qualquer tipo de espólio que não fosse enquadrável em décadas recentes.

O segmento de muro e o segmento de caleira identificados são posteriores ou coevos à edificação do imóvel intervencionado, uma vez que se encostam às paredes e não são por elas cortados. O primeiro seria uma base de um alicerce de uma divisão da habitação entretanto demolida, ao passo que a caleira serviria, como tantas outras encontradas na cidade do Porto, para transportar águas limpas ou conduzir águas pluviais ou residuais.

Estas estruturas foram registadas em fotografia, e em registo gráfico optou-se por um croquis, uma vez que não constituíram vestígios arqueológicos significativos. A título de conclusão, considerámos importante mencionar que todas as indicações expostas pela ERA-Arqueologia no decurso dos trabalhos foram escrupulosamente respeitadas pelos responsáveis pelo empreendimento.