Aproveitamento Hidroagrícola do Pessegueiro, sítio do Pessegueiro

As sondagens de diagnóstico arqueológico executadas no sítio do Pessegueiro, no âmbito do EIA e da DIA para as áreas afectas ao Aproveitamento Hidroagrícola do Pessegueiro (condutas principais e ramais de irrigação), tiveram como objectivos a caracterização do potencial arqueológico e a minimização do impacte da obra no possível património.

Nas primeiras três sondagens, realizadas na semana de 28 a 1 de Janeiro de 2008, deparámo-nos com uma realidade estratigráfica muito característica de zonas fluviais, com o surgimento de sedimentos estéreis compostos de areão e seixos rolados. O carácter de dispersão dos materiais de superfície, e o padrão de rarefacção dos mesmos à medida que se procedia à escavação das referidas sondagens, tornou a hipótese de escorrências a mais plausível para esta zona aplanada junto ao rio Vascão.

Efectuada de 7 a 16 de Julho do mesmo ano, a sondagem efectuada a cotas mais elevadas demonstrou apenas um sedimento rarefeito, sobre um substrato rochoso muito proeminente, sem outro tipo de materiais associados que não pequenos fragmentos de cerâmica comum/construção de superfície.

As manchas de dispersão foram devidamente identificadas na cartografia, tal como a totalidade da área prospectada. Como medidas finais propôs-se a cobertura das sondagens com sedimentos leves e, quando possível, com geotêxtil.