Aproveitamento Hidroagrícola do Pessegueiro, sítio do Zambujeiro 3

A sondagem de diagnóstico arqueológico levada a cabo no “Zambujeiro 3”, e o seu consequente alargamento, visou a caracterização do potencial arqueológico e a minimização do impactes no possível património. Esta intervenção juntou-se a outras realizadas, em 2008, no âmbito do projecto de minimização proposto no EIA e na DIA para as áreas afectas ao Aproveitamento Hidroagrícola do Pessegueiro.

Deparou-se, desde o início, com uma realidade arqueológica escavada no substrato rochoso (xisto), procedendo-se à sua total delimitação e posterior escavação. Infelizmente, não foram identificados materiais significativos que nos ajudassem no diagnóstico desta estrutura funerária. Porém, não se pôs em causa a sua utilização como tal, dada a sua forma antropomórfica e os paralelos conhecidos.

Como medidas finais procedeu-se à cobertura da sondagem. Utilizou-se geotêxtil, sobre o qual se depositou um fino sedimento arenoso a cobrir toda a estrutura. Uma vez que a barragem e os seus canais de irrigação não chegariam a afectar esta realidade arqueológica, restou georeferenciar o sítio na carta arqueológica.