Instalação de cabos de fibra óptica, freguesia de Santa Isabel, Lisboa

No âmbito da abertura de valas para instalação de cabos de fibra óptica, o acompanhamento arqueológico efectuado na freguesia de Santa Isabel, em Lisboa, teve como finalidade a minimização de impactes sobre eventuais vestígios patrimoniais a serem afectados pelos trabalhos.

Por se encontrar em zona de nível 2 todas as intervenções realizadas no subsolo foram alvo de cuidados particulares. Desta forma, procedeu-se a um acompanhamento minucioso e permanente de todos os levantamentos de terras, levado a cabo entre 4 de Outubro e 6 de Dezembro de 2007.

No decurso desta intervenção verificou-se uma acentuada esterilidade a nível arqueológico, uma vez que as áreas afectadas já haviam sido alvo de trabalhos prévios, não se verificando a existência de estruturas arqueológicas.

O registo foi feito mediante o preenchimento de fichas de acompanhamento para cada vala, tendo-se optado também pelo registo fotográfico para ilustrar a progressão dos trabalhos e, quando se justificasse, caracterizar a estratigrafia.