Cruz de Celas

Os trabalhos desenvolvidos no âmbito desta intervenção arqueológica possibilitaram a identificação de contextos arqueológicos preservados que se enquadram grosso modo nos ínicios do periodo moderno, não sendo de excluir a hipótese de existirem contextos mais antigos na sondagem 2.

As três sondagens arqueológicas de diagnósticas realizadas na área a afectar pela implantação de uma zona de estacionamento do empreendimento Celas Studio Residence, na zona de protecção do IPPAR do Mosteiro de Santa Cruz de Celas, com 2 m² cada, num total de 12 m² de área intervencionada, foram implantadas alternadamente de forma a obter uma amostra significativa da estratigrafia arqueológica do local.

A sondagem 1 foi implantada no limite nordeste da área de afectação. A sondagem 2 no limite noroeste, próximo do muro que delimitaria o mosteiro e a sondagem 3, no limite sudoeste numa área onde eram visíveis à superfície alguns elementos pétreos, aparentemente, estruturados. Desta forma pretendia-se confirmar ou infirmar a existência de uma eventual estrutura.

Após a conclusão dos trabalhos as estruturas identificadas foram cobertas com geotêxtil.