Travessa da Barca, nº 9, Portimão

O acompanhamento arqueológico efectuado no âmbito da empreitada de reabilitação da Taberna de Maré, localizada na Travessa da Barca, nº 9, em Portimão, decorreu entre 18 de Março de 2008 e 05 de Maio de 2008. Os trabalhos inerentes à obra compreenderam a execução de roços nas paredes o edifício, com a finalidade de colocar vigas e nova placa no mesmo, e a abertura de valas para colocar infraestruturas (água, esgotos e electricidade).

O objectivo principal da intervenção foi a detecção de eventuais vestígios arqueológicos que pudessem ser afectados na área do projecto de reabilitação, bem como garantir a protecção e salvaguarda dos mesmos e efectuar a sua caracterização em termos de valor científico e patrimonial.

Durante o acompanhamento arqueológico apenas se registou uma ocorrência de índole arqueológica, histórica e patrimonial: um tanque de salga, posto a descoberto na ala Este do edifício quando se realizou a abertura das sapata 3 e vala 10. De acordo com testemunhos obtidos no local, este tanque ainda seria utilizado no século passado, dado que neste espaço funcionava uma peixaria que efectuaria a salga do peixe no mesmo.