Rua Ivens, nºs 21 a 33, Lisboa

O acompanhamento arqueológico realizado, em 2010, na Rua Ivens, nºs 21 a 33, em Lisboa, teve como finalidade a minimização de impactes sobre eventuais vestígios patrimoniais a serem afectados pela (re)construção de um novo edifício habitacional.

O imóvel insere-se em zona de nível 1 do PDM da cidade de Lisboa, o que implicou ser objecto de um acompanhamento minucioso e permanente de todos os levantamentos de terras, quer se tratasse de pequenas sondagens de obra, quer abertura de vala e poços de maior dimensão.

Os trabalhos contemplaram a escavação da totalidade da superfície no interior do edifício, desde o pavimento da antiga habitação até uma cota de 2,5m em profundidade abaixo deste. Não foram detectados vestígios de interesse arqueológico e patrimonial.

Todos os trabalhos efectuados foram registados fotograficamente e em fichas de acompanhamento arqueológico. Desta forma, consideraram-se cumpridos os objectivos estipulados no Plano de Trabalhos inicial apresentado ao Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico.