Pousada Palácio de Estoi

A ERA-Arqueologia efectuou o acompanhamento arqueológico no âmbito da empreitada de abertura de valas para colocação de infraestruturas eléctricas em redor da Pousada Palácio de Estoi. Os trabalhos decorreram entre 10 de Novembro de 2008 e 20 de Janeiro de 2009.

O Palácio de Estói é um pastiche rococó, único na região. Este imóvel foi ideia de um nobre local que morreu pouco depois do início da construção, em meados dos anos de 1840. Outra personalidade local, José Francisco da Silva, adquiriu o palácio e completou-o em 1909.

O objectivo da intervenção foi a detecção de eventuais vestígios arqueológicos que pudessem ser afectados na área do projecto, bem como garantir a protecção e salvaguarda dos mesmos e efectuar a sua caracterização em termos de valor científico e patrimonial.

Durante o acompanhamento arqueológico efectuado não se verificou qualquer tipo de ocorrência de índole arqueológica, histórica ou patrimonial. Neste sentido, consideraram-se cumpridos os objectivos propostos no Plano de Trabalhos apresentado ao IGESPAR.