Travessa do Desembargador, 18-22, Peniche

As acções de acompanhamento arqueológico realizadas, em 8 e 9 de Outubro de 2009, na Travessa do Desembargador, 18-22, em Peniche, incidiram sobre a demolição de uma antiga residência. O objectivo foi evitar a afectação de qualquer vestígio arqueológico e/ou patrimonial que pudesse surgir durante os trabalhos de escavação manual.

A Travessa do Desembargador localiza-se no centro histórico de Peniche, próxima de vários monumentos importantes, tais como: a Igreja de S. Pedro, datada do final do século XVI, a Fortaleza de Peniche, mandada edificar por D. João III em 1557 (primeira fortificação construída na península de Peniche), e a Fonte do Rosário, construída entre os séculos XVI e XVII para atender às necessidades de um território tradicionalmente deficitário em água potável.

Foi acompanhada a demolição da estrutura ao lado da porta n.° 20, nomeadamente, um portal e as paredes que davam para um quintal no interior, e das paredes da casa. Estas paredes caracterizavam-se por uma alvenaria constituída por pedra calcária, argamassa, alguns azulejos, tijolo e madeira. Relativamente às escavações, estas incidiram unicamente na zona do quintal, localizada na extremidade norte do imóvel.

A intervenção terminou sem que se observasse a ocorrência de vestígios arqueológicos. Deram-se assim por concluídos os trabalhos, tendo-se cumprido os objectivos inicialmente propostos em Plano de Trabalhos enviado ao IGESPAR.