Rua dos Machadinhos, 34-38 (e zonas envolventes), Lisboa

Esta intervenção consistiu na realização de pesquisa histórica para a avaliação do potencial arqueológico do edifício sito na Rua dos Machadinhos, 34-38 (e zonas envolventes), freguesia de Santos-o-Velho, em Lisboa.

A pesquisa bibliográfica revelou a existência de uma dinâmica de ocupação referenciada nas fontes escritas desde o séc. XII, altura em que se relata a reedificação de uma pequena ermida após a conquista da cidade de Lisboa. Porém, dada a sua localização privilegiada em relação ao rio Tejo, não se deve excluir a hipótese de ter existido uma ocupação anterior a esta.

Esta freguesia, criada no ano de 1566, correspondia aos arrabaldes da cidade de Lisboa até ao ano de 1755, sendo constituída por zonas conventuais, edifícios anexos e hortas. Após o terramoto ocorrido neste ano, com a reconstrução e expansão da cidade, foi definitivamente integrada no perímetro urbano. A planta do edifício em questão aparece representada na cartografia da cidade de Lisboa a partir do ano de 1785.

Para além do referido, atendendo ao que foi recolhido durante esta pesquisa bibliográfica, salientámos a possibilidade de existirem na área em questão realidades relacionadas com as olarias referenciadas na zona do Convento das Trinas, situado a Oeste do edifício.