Ampliação da ETAR do Montado, Palmela

O acompanhamento arqueológico da Ampliação da ETAR do Montado, enquadrada nos empreendimentos em curso promovidos pela SIMARSUL, S.A, teve como principal objectivo confirmar a presença de evidências arqueológicas no subsolo, não identificadas à superfície. Estava prevista a realização de duas caixas destinadas à construção do alargamento das infraestruturas de ETAR, bem como de uma vala de ligação entre estas.

Os trabalhos revelaram a existência de uma estratigrafia composta por níveis de aterro, com a presença frequente de materiais de construção, tais como tijolo industrial, restos de madeira e azulejo, não tendo sido identificado qualquer tipo de vestígio de carácter arqueológico.

Dada a existência apenas de níveis de aterro nas caixas acompanhadas, foram realizadas 3 pequenas sondagens de 0.50 x 0.50m (largura do balde da máquina), ao longo da extensão prevista para a abertura da vala de ligação, para confirmar a necessidade efectiva de acompanhamento arqueológico da mesma, até à profundidade da cota de afectação (1 metro).

Confirmou-se a existência de níveis de aterro recente em toda a área sujeita a afectação por parte dos trabalhos de ampliação da ETAR do Montado, pelo que foi decidido, em conjunto com a tutela, dar por concluídas as acções de acompanhamento arqueológico.