Calçada da Estrela, Lisboa

Executada nos dias 26 e 27 de Julho de 2011, esta intervenção arqueológica decorreu no âmbito de uma obra promovida pela EDP num troço da Calçada da Estrela, freguesia da Lapa, em Lisboa. Com efeito, o objectivo prendeu-se com a mitigação do eventual impacte patrimonial provocado pela implementação de infraestruturas eléctricas.

O acompanhamento arqueológico revelou a ausência total de testemunhos patrimoniais no troço escavado. Tratava-se de um solo bastante perturbado por acções antrópicas recentes, designadamente colocação de condutas e cabos, não se tendo encontrado qualquer indício estratigráfico ou estrutural que sugerisse a presença de vestígios destruídos por estas infraestruturas.

Em suma, face à ausência total de vestígios materiais e estruturais, os labores concretizados indicaram que a área afectada oferecia pouco potencial arqueológico. Refira-se, ainda, que a conclusão da vala 1 não foi sujeita a acompanhamento arqueológico, na medida em que tal não foi solicitado.