Abertura da Linha Caniçada – Riba de Ave2/Guimarães

No âmbito da Abertura da Linha Caniçada – Riba de Ave2/Guimarães, a 150 KV, para a subestação de Fafe, estes trabalhos arqueológicos foram adjudicados à ERA pela Fase estudos e projetos S.A. e decorreram entre os dias 22 de Setembro e 19 de Dezembro de 2014.

Durante o acompanhamento arqueológico da execução da obra, não foram registados níveis ou estruturas arqueológicas passíveis de limitar ou impedir a sua concretização. Nas áreas já afetadas, o terreno encontrava-se integralmente em níveis geológicos estéreis de base (rocha ou saibro natural), pelo que não houve necessidade de futuros trabalhos de índole arqueológica.

Para além dos trabalhos de escavação dos caboucos dos diversos postes, executaram-se algumas aberturas de acesso aos mesmos, efectuando-se também labores de reposição de caminhos de servidão afectados pela obra. As evidências antrópicas observadas constituíram elementos patrimoniais de reduzido valor. Não obstante, foram alvo de registo gráfico e fotográfico.

Assim, pudemos afirmar com segurança que este projeto decorreu sem prejuízo de elementos patrimoniais e arqueológicos relevantes para a compreensão da História local. Em função do exposto, consideraram-se cumpridos os objectivos subjacentes ao plano de trabalhos aprovado pela Tutela.