Teatro Gregório Mascarenhas

Localizado entre as Ruas Cândido dos Reis, Diogo Manuel e Rua dos Operários, o Teatro Gregório de Mascarenhas assume uma inequívoca importância, quer do ponto de vista patrimonial, quer no que diz respeito ao potencial de informação que integra, relativamente ao conhecimento diacrónico da história da ocupação urbana desta zona da cidade, particularmente durante o Período Islâmico.

A investigação arqueológica na cidade de Silves ao longo dos últimos anos tem incidido, quase exclusivamente, no denominado centro histórico, abrangendo pouco mais do que a área afecta ao Castelo e à Sé Catedral.

Durante os trabalhos de acompanhamento da obra de recuperação do edifício do Teatro foram detectados diversos vestígios passíveis de serem atribuídos ao período islâmico, pelo que foi necessário realizar escavações arqueológicas de modo a compreender o potencial científico e patrimonial deste espaço, tendo em vista a avaliação de impactes e a preconização de medidas de minimização relativamente ao trabalho de recuperação do edifício e dinamização da área envolvente.

Neste sentido foram realizadas 4 sondagens, abrangendo uma área de aproximadamente 300 m², tendo sido posto a descoberto um importante espólio, material e arquitectónico, essencialmente do período islâmico.

Os trabalhos efectuados nas áreas intervencionadas revelaram vestígios que apontam para a ocupação daquele espaço desde o século XI até à actualidade, com especial realce para o período entre os séculos XI a XIII.