Hotel Caminhos de Santiago, Rua Cidade de Beja, Santiago do Cacém

Esta intervenção consistiu no acompanhamento arqueológico dos trabalhos realizados no Hotel Caminhos de Santiago, localizado na Rua Cidade de Beja, em Santiago do Cacém, tendo decorrido entre os dias 6 e 21 de Abril de 2017.

Situada no litoral alentejano, Santiago do Cacém define-se como uma cidade de clima de influência atlântica, em que a proximidade do Rio Sado não é alheia. Estes factores de localização poderão ter contribuído para que esta zona se tenha tornado, ao longo da História, um local de relativa importância em termos de ocupação humana, abrangendo um período que vai desde a Pré-história até momentos mais recentes.

É neste pano de fundo que se insere a área correspondente ao Hotel Caminhos de Santiago, cuja proximidade da Cidade Romana de Miróbriga (cerca de 900 m), pressupunha a possibilidade da existência de contextos arqueológicos preservados (nomeadamente, realidades de caráter funerário, uma vez que a necrópole associada a esta antiga cidade ainda não está completamente definida), que pudessem completar o puzzle da presença humana nesta zona.

Contudo, os trabalhos abrangidos pelo acompanhamento arqueológico, cingindo-se às intervenções no solo e no subsolo efectivadas na abertura de um fundo de caixa, 5 valas, 4 caixas, e um reperfilamento de talude, revelaram que as zonas intervencionadas tinham sido alvo de trabalhos num passado recente, possivelmente associados à construção do hotel e/ou à pousada existente, não tendo surgido qualquer vestígio e/ou contexto de carácter arqueológico relevante. Como tal, consideraram-se cumpridos os objectivos propostos.