EPAL - Ruas do Lumiar e Alexandre Ferreira, Lisboa

As sondagens e acompanhamento arqueológico realizados no decurso do projecto de Renovação de condutas de água do Lumiar, mais concretamente nas Ruas do Lumiar e Alexandre Ferreira, em Lisboa, decorreram em Fevereiro de 2014. 

Foram realizadas cinco das sete sondagens arqueológicas inicialmente previstas, devido à ausência de áreas no traçado onde não existissem já canos de distribuição de água, pelo que duas sondagens foram eliminadas com aprovação da tutela após comunicação telefónica. A abertura das sondagens 1, 2, 3 e 4 na Rua Alexandre Ferreira revelou que este arruamento teria sido alvo de um espesso aterro cujo entulho contemporâneo apontou para o século XX.

A sondagem 5 revelou que a antiga calçada de calhaus rolados de basalto teria sido construída sobre um aterro em onde foram depositados os restos de uma grande talha cerâmica de armazenamento, que apesar de não ter sido encontrada in situ, poderia corresponder ao posicionamento deste tipo de recipientes sob os pavimentos de habitações. Esta calçada, assim como o pavimento de argamassa que a cobria parcialmente, foram cobertos muito recentemente com uma camada de lixo recente.