EPAL - Largo de São Rafael, Lisboa

Esta intervenção foi enquadrada na minimização de impactes da reabertura de uma vala da EPAL (renovação de rede) no Largo de S. Rafael, em Lisboa. O acompanhamento arqueológico de movimentações de terras relacionadas com a empreitada ocorreu no dia 24 de Julho de 2014.

O Largo de S. Rafael tem um profundo significado patrimonial, visto localizar-se junto à antiga Torre de S. Pedro de Alfama e à antiga Igreja Paroquial de S. Pedro, que foi completamente arrasada com o terramoto de 1755 e nunca mais foi erigida.

No decorrer dos trabalhos foi registada uma sequência estratigráfica linear, na qual não se identificaram contextos arqueológicos. Verificou-se apenas um nível de aterro, que foi utilizado para tapar a vala anteriormente aberta para a colocação do tubo da EPAL e da GALP.

Foram igualmente identificadas outras infraestruturas pertencentes a concessionárias distintas. Em função do exposto, consideraram-se cumpridos os pressupostos do Plano de Trabalhos Arqueológicos aprovado pela DGPC.