EPAL - Rua Augusta, nº 4, Lisboa

As ações arqueológicas realizadas na Rua Augusta, nº 4, em Lisboa, no âmbito da Empreitada Geral de Intervenções nas Infraestruturas da rede da EPAL, decorreram no dia 10 de Março de 2014, entre as 8 e as 12 horas.

Esta rua integra a Baixa da cidade de Lisboa, onde as remodelações arquitectónicas e respectivos trabalhos de construção e reconstrução efectuados após o terramoto de 1755 certamente destruíram contextos arqueológicos mais antigos. Contudo, a existência de níveis modernos e ocasionalmente mais antigos identificados em ruas contíguas justifica acções de acompanhamento na área, que se apresenta sensível pela incerteza da existência ou não de níveis ocupacionais preservados e/ou estruturas arqueológicas associadas.

Durante o acompanhamento arqueológico da abertura de uma vala por via manual, não foram identificados níveis arqueológicos preservados, nem evidências materiais dos mesmos. De facto, a área em questão apresentava já revolvimento dos depósitos, pelo que se realizou o registo fotográfico da estratigrafia sequenciada e descrição/relação dos diferentes depósitos identificados.