Rua dos Fanqueiros, 140, Lisboa

As ações arqueológicas efetuadas pela ERA-Arqueologia no âmbito do empreendimento “Rua dos Fanqueiros 140 – ligação à rede de saneamento” foram adjudicadas pela Ramos Catarino S.A. e decorreram nos dias 30 de setembro de 2014 e 1 de outubro de 2014.

Os trabalhos expuseram um registo estratigráfico contemporâneo, marcado pela passagem de um conjunto de infraestruturas de abastecimento de gás e água contemporâneas, e respetivas valas e depósitos de aterro. Toda a realidade antrópica assentava diretamente no substrato geológico, aqui composto por argilas de coloração esverdeada onde se observou uma grande quantidade de fósseis de fauna malacológica.

A inexistência de contextos preservados relativos a fases ocupacionais anteriores à contemporaneidade estaria certamente relacionada com o impacto dos processos de reformulação de toda a Baixa Lisboeta ainda em finais do século XVIII e que se desenvolveram durante o século XIX.

O impacto e a dimensão desses processos construtivos associados com aquilo que pareceu apresentar-se como um depósito geológico muito superficial, poderiam ter produzido um potencial estratigráfico reduzido, que sob os efeitos da dinâmica urbanística desta área foram eventualmente eliminados, resultando no registo atualmente observado.

Tendo em consideração a ausência de vestígios estruturais ou materiais neste local, considerou-se desnecessária a apresentação de medidas de minimização adicionais.