Ermida do Mártir Santo e Casa da Ermitoa (3ª Campanha), Vila Franca de Xira

Dada a necessidade de compreender de que modo novos dados se articulavam com estruturas postas a descoberto, a ERA levou a cabo uma 3ª campanha de escavações na Ermida do Mártir Santo e Casa da Ermitoa.

À semelhança das anteriores intervenções, o prolongamento dos trabalhos continuou a ter um carácter de emergência, tendo uma vez mais o objectivo de diagnosticar o real potencial arqueológico e patrimonial do sítio.

Esta intervenção começou a 19 de Outubro de 1999 e foi interrompida no dia seguinte devido à chuva, sendo retomada no dia 2 de Novembro de 1999 e tendo prosseguido sem interrupção até ao dia 15 do mesmo mês.

Através da conclusão de duas sondagens, pretendia-se, por um lado, compreender os problemas de sobreposição de contextos levantados durante a segunda campanha e, por outro, entender a articulação das novas estruturas com a Ermida, aprofundando os conhecimentos relativamente à construção da igreja.

Porém, umas das sondagens não foi concretizada, já que poria em risco paredes da Ermida e da Sacristia, tendo a outra revelado baixo potencial de sobreposição de contextos. Assim, a terceira fase de intervenção não acrescentou dados significativos relativamente às anteriores, mantendo-se inalterado o parecer relativamente à segunda fase.