Vale Romeira, Freguesia de S. Bartolomeu de Messines, Silves

O sítio de Vale Romeira está localizado no sublanço S. Bartolomeu de Messines/VLA, entre o quilometro 0+600 e o quilometro 0+800. Pertencente à  Freguesia de S. Bartolomeu de Messines, Concelho de Silves, Distrito de Faro, este local foi identificado no Estudo de Impacto Ambiental efectuado pela ERA-Arqueologia em Agosto de 1999.

O estudo de impacto feito previamente apontava uma cronologia medieval/moderna para este sítio, tendo como base a cerâmica encontrada. Um outro elemento determinante para que se realizassem escavações arqueológicas neste lugar foi a presença de escória e de cerâmica de construção com vestígios de fogo, o que poderia indicar a existência de fornos de fundição. No estudo de impacto foi ainda referido que não se verificou a presença de qualquer estrutura.

A estratégia de intervenção em Vale Romeira teve em conta dois critérios principais: em primeiro lugar procurou-se que a área abrangida fosse a mais dispersa possível para que a amostra fosse representativa. Por outro lado, incidiu-se nas zonas onde se verificava uma maior concentração de materiais à superfície. Se inicialmente se optou pela marcação de sondagens maiores, ao verificar-se a inexistência de qualquer nível arqueológico optou-se por sondar em áreas mais pequenas que seriam posteriormente alargadas caso fosse detectado qualquer contexto arqueológico preservado.

A escavação arqueológica abrangeu uma área de 50 m2, repartida por oito sondagens de dimensões variáveis. Nas diferentes sondagens não foi identificado qualquer contexto arqueológico seguro, sendo que os materiais encontrados estavam em contexto secundário de deposição. Teve-se em conta que o sitio foi agricultado, tendo as máquinas agrícolas uma acção destrutiva em possíveis contextos arqueológicos. Não se registou a presença de qualquer estrutura arqueológica nas oito sondagens onde se efectuaram os trabalhos.