Rua de São Bernardo (EPAL)

Esta intervenção da ERA-Arqueologia consistiu no acompanhamento arqueológico das obras de melhoria da rede de distribuição de água da cidade de Lisboa, promovidas pela EPAL, nas frentes da Rua de São Bernardo e ruas envolventes e da Praça do Príncipe Real e ruas envolventes (PPF16).

Os trabalhos arqueológicos levados a cabo enquadraram-se numa perspectiva de minimização de impactes, tendo como objectivo a detecção de eventuais vestígios arqueológicos, que poderiam ser afectados pelas obras referidas, assim como a sua caracterização em termos de valor científico e patrimonial.

Na Rua de São Bernardo foi identificado o topo de uma possível estrutura, não tendo sido possível determinar a sua funcionalidade, nem a sua cronologia. Tendo em conta que não foi afectada pela obra, optou-se apenas pelo seu registo fotográfico e pela elaboração de esboços referentes à sua localização.

Com excepção da realidade acima descrita, não se verificou outra afectação de património arqueológico, correspondendo os depósitos observados durante os trabalhos a níveis de entulho e/ou remeximento.