Praça da República, nº 15 a 19, Sintra

Realizada entre 20 de Julho e 9 de Agosto de 2005, a intervenção realizada na Praça da República, nºs 15 a 19 em Sintra, surgiu no seguimento do acompanhamento arqueológico e remoção de entulhos recentes no âmbito da obra de demolição do edifício aí existente para construção de uma moradia.

Os trabalhos tiveram como objectivo a intervenção arqueológica de todos os contextos situados em áreas a afectar pelo projecto, nomeadamente, ao nível da remoção de terras inerentes à implantação de elementos estruturais. Procedeu-se, cumulativamente, a um diagnóstico do interesse arqueológico do espaço em causa.

Sondagem 1.

As acções realizadas consistiram na marcação e escavação de três sondagens. A Sondagem 1, com 78 m², localizou-se no espaço que no projecto de obra correspondia à área do “pátio”. A Sondagem 2 foi delimitada no seguimento para Norte da Sondagem 1 e no local onde estava prevista a construção de uma muralha de sustentação de desnível entre as plataformas superior e inferior. Quanto à Sondagem 3, com 2 m², localizou-se na plataforma superior.

Os contextos identificados nas três áreas intervencionadas referiram-se a depósitos de aterros cuja formação deve ter ocorrido em época contemporânea, na sequência da construção de um espaço de jardim e respectivos muros delimitadores. Em todos os depósitos escavados, verificou-se a presença de materiais dos séculos XVII/XVIII misturados com outros de cronologia mais recente. Registaram-se igualmente artefactos pré-históricos nestes contextos de entulho.