Largo 25 de Abril e ruas adjacentes, Faro

Os trabalhos de diagnóstico arqueológico realizados no Largo 25 de Abril e ruas adjacentes, na freguesia da Sé, em Faro, foram adjudicados à ERA-Arqueologia pela Câmara Municipal de Faro e decorreram entre 5 de Setembro e 5 de Outubro de 2005.

Os objectivos consistiram na caracterização e avaliação do valor científico e patrimonial do sítio, na análise da estratigrafia do subsolo e na observação de eventuais estruturas pré-existentes, com vista ao estabelecimento de sequências e tipologias de ocupação do local. Desta forma, visou-se contribuir para processos de conhecimento e de investigação, tal como para a melhor programação dos trabalhos de movimentações de terras previstos pelo cliente.

Ossadas encontradas.

Os contextos arqueológicos identificados enquadraram-se, maioritariamente, no período Contemporâneo, à excepção da sepultura de época romana tardia identificada na Sondagem 7 e das estruturas registadas na mesma sondagem que se inscrevem grosso modo no período Moderno/Contemporâneo.

A maioria destes contextos encontrava-se muito afectada pela abertura de valas de infraestruturas de cronologia contemporânea (século XX), nomeadamente, rede de saneamento básico, electricidade, telecomunicações e abastecimento público de água. Assim, tendo em consideração as realidades identificadas, propôs-se como medida de minimização genérica o acompanhamento arqueológico durante a fase de execução da obra.