Parque Eólico de Mafomedes, Baião

A inventariação do património arqueológico e arquitectónico no âmbito da avaliação ambiental (RECAPE) do projecto para o Parque Eólico de Mafomedes, no concelho de Amarante, foi realizada pela ERA-Arqueologia para a Strixplus - Ambiente e Energias Renováveis. Os trabalhos de campo desenvolveram-se entre os dias 23 e 25 de Janeiro de 2006.

Numa primeira fase foi realizado um levantamento documental, bibliográfico e cartográfico sobre o património que se localizava na área a afectar. Deste prévio levantamento identificaram-se e implantaram-se em suporte cartográfico os sítios de valor patrimonial na área a ser intervencionada pela obra. Posteriormente, com as coordenadas de cada um desses sítios, procedeu-se à sua relocalização no terreno.

Após esta fase, efectuaram-se trabalhos de prospecção sistemática para a área do Parque Eólico e correspondente linha de ligação à Rede Eléctrica Nacional (REN).

Via romana.

No âmbito desta intervenção foram identificados 22 sítios de interesse patrimonial, tanto etnográfico como arqueológico, 4 localizados na área de incidência directa do projecto. Propôs-se como medida de minimização de impactes específica a sinalização e delimitação dos elementos, a possibilidade de aterro para o sítio nº 3 e o registo fotográfico para o sítio nº 16. Como medida de minimização geral, aconselhou-se o acompanhamento arqueológica da área a afectar pela obra.