Rua Dr. Francisco Luís Gomes e envolventes, Lisboa

No âmbito do Plano de Renovação de Rede da EPAL, a ERA-Arqueologia efectuou o acompanhamento arqueológico das obras de melhoria da rede de distribuição de água da cidade de Lisboa. Os trabalhos decorreram, em 2006, na zona conhecida por Olivais Velho, especificamente nas frentes de obra da Rua Dr. Francisco Luís Gomes e envolventes e da Rua Cidade Nova Lisboa e envolventes (PRR 45).

Apesar de no passado ter sido maioritariamente rural – o que lhe valeu o povoamento disperso de muitas quintas, algumas delas habitadas por famílias nobres –, esta área destacou-se no séc. XIX pelo incremento industrial. Assim, para além de arrabalde rural fornecedor de Lisboa, tornou-se também num pólo industrial da capital.

O acompanhamento arqueológico teve como objectivo minimizar impactes em eventuais vestígios arqueológicos, para que os mesmos pudessem ser detectados com um mínimo de danos e preservados, de modo a que a caracterização científica e patrimonial fosse também possível.

No decorrer dos trabalhos verificou-se alguma esterilidade ao nível arqueológico. Não se detectaram estruturas e os materiais recolhidos foram em pequeno número (cerâmica comum, cerâmica comum vidrada, faiança, porcelana, azulejo e vidro), em virtude da fraca urbanização desta zona no passado. Em conclusão, não se verificou qualquer afectação do património arqueológico.