EPAL - Avenida Infante D. Henrique e Rua dos Caminhos de Ferro, Lisboa

Esta intervenção consistiu no acompanhamento arqueológico da abertura de valas para a colocação de novas infra-estruturas da rede de distribuição de água da EPAL. Levou-se a cabo entre 22 de Junho de 2005 e 20 de Fevereiro de 2006, nas várias frentes de obra do PRR 52 - Avenida Infante D. Henrique (Zona Baixa) e PRR 56 - Rua dos Caminhos de Ferro.

O acompanhamento incidiu de maneira minuciosa sobre todas as situações onde se verificou levantamentos de terras (sondagens de obra e valas), de forma a evitar a destruição de eventuais vestígios patrimoniais ou de interesse arqueológico. Procedeu-se ao registo dos mesmos de modo a compreender e conhecer as realidades arqueológicas pré-existentes.

Os trabalhos relacionados com o PRR 56 permitiram identificar um total de cinco realidades de interesse arqueológico; quanto aos labores associados ao PRR 52, não se registaram indícios de realidades patrimoniais.

Os achados arqueológicos foram registados em fichas descritivas, suporte gráfico e fotográfico. Foram tomadas medidas de minimização que, em certos casos, consistiram na protecção das estruturas com geo-têxtil. As descobertas arqueológicas afectadas pela colocação das tubagens foram desmontadas após o respectivo registo, com a autorização do Instituto Português de Arqueologia.