Linha de Alta tensão de Alto de Mira, Agualva - Cacém

Os trabalhos da EDP relacionados com a “Linha de Alta tensão de Alto de Mira – Trajouce 60 Kw”, consistindo na colocação de novos postes de média tensão, decorreram na zona de Agualva - Cacém em Dezembro de 2006 e Janeiro de 2007. Foi neste âmbito que se realizou o acompanhamento arqueológico de emergência da obra como medida de minimização de impactes sobre vestígios arqueológicos eventualmente postos a descoberto.

Os labores realizaram-se num local com o topónimo de “Alto de Rocanes” e traduziram-se na abertura de duas sapatas para colocação de três novos postes de electricidade (substituição dos postes 23 e 24 e implantação de um novo poste a Sul dos primeiros- Poste 22). Trata-se de uma zona de elevado potencial arqueológico, atestado pela identificação de vários sítios arqueológicos.

Com efeito, a par de várias manchas de ocupação de diferentes cronologias (Paleolítico, Idade do Bronze e Idade do Ferro), destaca-se nessa zona a existência do sítio arqueológico de Colaride, com ocupação do Período Romano, que foi inclusivamente alvo de uma escavação arqueológica de emergência em 1997.

Apesar da zona intervencionada sugerir uma localização privilegiada para o assentamento humano, dadas as boas condições naturais de defesa e de visibilidade sobre o meio envolvente, no decorrer dos trabalhos não se registou a ocorrência de quaisquer vestígios de carácter arqueológico.