EPAL PRR 48, Rua de Santo Estêvão e envolventes, Lisboa

De 3 de Novembro de 2006 a 15 de Outubro de 2007, a ERA-Arqueologia efectuou o acompanhamento arqueológico no âmbito do projecto da EPAL PRR 48 – Rua de Santo Estêvão e envolventes, inserido na Zona de Intervenção de Nível 1 e 2 do PDM da cidade de Lisboa. Os trabalhos visaram a minimização de impactes sobre eventuais vestígios patrimoniais a serem afectados pelas obras de melhoria de distribuição da água em Lisboa.

No decorrer dos trabalhos verificou-se alguma esterilidade ao nível arqueológico, mas não em todas as áreas intervencionadas. Os labores de acompanhamento realizados permitiram identificar algumas estruturas, entre as quais um muro na Rua Teixeira Lopes e restos oesteológicos humanos no Largo de Santo Estêvão.

Os achados arqueológicos detectados foram registados em fichas descritivas, em suporte gráfico e fotográfico. Nalguns casos, relacionados com questões de segurança de obra, foi efectuado apenas o registo fotográfico das estruturas. Algumas das estruturas não foram registadas graficamente, uma vez que se encontravam em mau estado de conservação e, em determinados casos, reutilizadas por algumas infra-estruturas (caso de alguns dos caneiros), optando-se por se efectuar apenas o croqui na ficha de acompanhamento.

Foram aplicadas medidas de minimização, tendo alguns dos contextos arqueológicos encontrados sido cobertos com geotêxtil. No caso das estruturas afectadas para a colocação das tubagens, procedeu-se ao desmonte das mesmas após o seu registo e a respectiva autorização do Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico.