Requalificação das Ruas 25 de Abril e Silva Lopes, Lagos (1ª intervenção)

Numa perspectiva de diagnóstico arqueológico da área a afectar pelas obras de requalificação urbana da Rua 25 de Abril e Rua Silva Lopes, em Lagos, estas acções arqueológicas consistiram na realização de 24 sondagens. Os trabalhos decorreram entre os dias 23 de Janeiro e 15 de Fevereiro de 2008.

Os dados resultantes deste labor permitiram identificar a presença de contextos arqueológicos preservados, datados de época romana, nas sondagens 1, 2, 3, 4, 5, 6, 11, 18 e 14. Já a sua caracterização foi limitada, na medida em que os objectivos consistiam na detecção dos mesmos e não na sua integral escavação.

Vestígios encontrados.

Os contextos romanos prendem-se, na sua maioria, com a produção de preparados de peixe, actividade económica atestada nesta zona da cidade – nº 4-8 da Rua Silva Lopes, nº 53-55 e nº 57-59 da Rua 25 de Abril. Registou-se ainda um depósito (Sondagem 14) que pode ser indicativo da produção anfórica nas imediações do complexo de cetárias da Rua Silva Lopes, compatível com a informação que dava conta da presença de um forno nesta mesma área.

Na sondagem 23 (próxima da Igreja de Santo António) registaram-se contextos que podem relacionar-se com o terramoto de 1755, no entanto, a exiguidade do espaço intervencionado condicionou a sua interpretação. Grande parte da área desta sondagem era ocupada por um caneiro antigo e por infraestruturas do século XX.

Assim, a informação resultante das sondagens de diagnóstico representou um importante contributo para o conhecimento da ocupação deste espaço e para uma gestão sustentada da evolução urbana.